Sobre Mikao Usui

Comunidade Internacional de Reiki.

QUEM FOI MIKAO USUI?

Nascido em 1865 15/08

FOTO

Neste dia em que se celebra o 149.º aniversário do nascimento do Mestre Mikao Usui partilhamos um pouco da sua história. Parabéns Mestre Mikao Usui! Gratidão eterna. _/|\_

São muitas as versões que encontramos disponíveis sobre quem foi Mikao Usui, o fundador do método Reiki. Mas graças às investigações que têm vindo a ser levadas a cabo, sobretudo nas últimas décadas, estamos em condições de fornecer uma visão aproximada de quem terá sido o Mestre Mikao Usui. Para tal, muito contribui a tradução do Memorial erigido em sua honra e escrito por um dos seus alunos, o contra-almirante Juzaburo Ushida.

Sabe-se que Mikao Usui nasceu a 15 de agosto de 1865 na vila de Taniai-Mura, distrito de Yamagata, no Japão. Segundo a inscrição do seu memorial, Usui era um estudante talentoso e esforçado, com grande capacidade de aprendizagem. No início da idade adulta viajou pela Europa, América e China com o objetivo de estudar.

“Queria ser bem sucedido na vida, mas não conseguia lá chegar; era frequente não ter sorte e passar por dificuldades. Mas não desistiu e disciplinou-se para estudar mais e mais.” – in Memorial

Mikao Usui casou-se com Sadako e juntos tiveram dois filhos, um rapaz (Fuji) e uma rapariga (Toshiko). Todas as informações apontam no sentido de Mikao Usui ter seguido a corrente do Budismo Tendai. Um dia decidiu realizar um retiro no Monte Kurama, perto de Quioto, para se iniciar no ascetismo. O processo a que terá recorrido denomina-se Shyu Gyo, um rigoroso treino espiritual com base na meditação e no jejum. No início do 21.º dia terá sentido repentinamente uma grande energia em torno da sua cabeça e assim compreendeu a verdade, recebendo o Reiki Ryoho, termo que originalmente significa “remédio antigo” ou “terapia”.

Depois de experimentar o método em si e na sua família com bons resultados, acabou por decidir partilhar o conhecimento com outras pessoas. Em abril de 1922 mudou-se para a zona de Harajuku, em Tóquio, onde fundou a Gakkai, escola onde passou a ensinar o seu método denominado Usui Reiki Ryoho. Mikao Usui tinha bastante sucesso e de todo o Japão chegavam pessoas em busca de orientação e tratamento.

Em setembro de 1923 deu-se o grande sismo de Kantō, na ilha de Honshu, provocando milhares de mortes, feridos e desaparecidos. A tragédia foi de tal ordem que Mikao Usui dedicou-se a ajudar como podia as vítimas, recorrendo à terapia Reiki. Em fevereiro de 1925 fundou um novo centro em Nakano e a sua fama cresceu  e

espalhou-se grandemente, sendo frequente ser convidado para ir a diversos locais. Foi precisamente numa destas deslocações, a Fukuyama, que adoeceu inesperadamente, acabando por falecer em março de 1926.

Mikao Usui ensinou o seu método de Reiki a muitos alunos, entre os quais se contavam elementos da sua família. Por exemplo, sabe-se que o filho terá acabado por ensinar Reiki na aldeia natal do pai, Taniai-Mura. Sabe-se também que terá iniciado uma sobrinha da mulher, monja budista Tendai.

Temperamento de Mikao Usui

Segundo o conteúdo do Memorial, Mikao Usui era de natureza doce, gentil e humilde. Fisicamente era robusto e estava sempre sorridente. Tentava sempre, por todos os meios, encontrar soluções para os problemas com que se deparava. Além disso, gostava muito de ler e interessava-se por diversos temas, possuindo conhecimentos de História, Medicina, Teologia, Psicologia, Jinsen no Jitsu (técnica de reclusão de Deus), Jujitsu, ciências divinatórias e I Ching, entre outras.

Filosofia de Vida

Também no Memorial escrito pelo aluno se confirma o propósito de o Reiki ser mais do que uma terapia, com ênfase para os Cinco Princípios que lhe conferem a perspectiva de filosofia de vida:

“Olhando para trás, o principal propósito do Reiho não era apenas para tratar doenças, mas também para se ter uma mente correcta e um corpo saudável para que as pessoas pudessem aproveitar e experienciar alegria na sua vida. Por isso, quando se trata de ensinar, primeiro há que fazer o aluno compreender os conselhos do Imperador Meiji, e então deixá-los entoar cânticos de manhã e à noite, tendo em mente os cinco princípios, que são:

Primeiro, hoje não nos zangamos.

Depois, hoje não nos preocupamos.

A seguir, hoje vamos ser gratos.

Adiante, que trabalharemos com dedicação.

Por fim, seremos gentis para os outros.”

De acordo com investigações recentes levadas a cabo, nomeadamente por mestres de Reiki ocidentais que se deslocaram ao Japão com o objetivo de desvendar a verdade, tudo indica que as origens do sistema Reiki Ryoho provêm do Taoísmo e Xintoísmo, levados da China para o Japão, provavelmente no século V. Os responsáveis pela tradução do memorial disponibilizada pela Associação Portuguesa de Reiki, Emiko Arai e Richard Rivard, revelam que os alunos ainda vivos na altura em que pesquisaram para a tradução (Tenon-in e Suzuki-sensei) confirmaram que Mikao Usui foi um devoto Tendai até ao fim da vida.

Variantes na história

Quando o Reiki foi trazido para o Ocidente introduziram-se algumas alterações à sua verdadeira história. Por exemplo, foi dito que Mikao Usui era um erudito que ensinava num seminário cristão, ou que era um padre e teólogo. Acredita-se hoje que estas alterações poderão ter sido introduzidas de forma a conseguir-se uma melhor aceitação do Reiki no Ocidente. Tal é compreensível, na medida em que devido à Segunda Guerra Mundial, a cultura nipónica não era vista com bons olhos deste lado do mundo.

O que hoje é verdadeiramente importante é que o Reiki está disponível a todos, em todo o mundo.  E, só por isso, somos gratos. _/|\_

FOTO

O Mestre Mikao Usui (sentado ao centro) com os membros da Usui Reiki Ryoho Gakkai, fundada em 1922. (in Toshitaka, M. & Miyuki, K., Reiki, 2001, p. 136 e disponível no livro Reiki Universal, de Johnny de’ Carli, Dinalivro)

Artigo publicado em Beyou Reiki


img-1

*

img-1

*

img-1

*